Ginecologia

Ginecologia é a especialidade médica que estuda e cuida da saúde da mulher em todas as fases da vida. Como na infância, adolescência, fase adulta, maternidade, lactação (formação do leite nas glândulas mamárias) e menopausa.

O principal objetivo do exame ginecológico é a avaliação do aparelho reprodutor feminino (o útero, os ovários, as de falópio, colo do útero, a vagina e os grandes e pequenos lábios).

Realiza exames regulares relacionados a mudanças hormonais, alterações inflamatórias e prevenção do câncer nas mamas.

Aborda também assuntos como - métodos de sexo seguro e anticoncepcionais.

As mulheres devem realizar pelo menos uma consulta por ano com o ginecologista para se previnir e reduzir os riscos de contrair doença.

Faça uma prevenção:

  • Assistência ao parto: Tem seu objetivo primordial -recém nascido e parturiente sem problemas ao parto. Abordando conceito de trabalho de parto, idade gestacional e estática fetal (maneira que o feto se posiciona).
  • Papanicolau (citologia oncótica): O exame coleta algumas células do colo do útero feminino, localizando e identificando infecções e alterações que podem se transformar em câncer e doenças sexualmente transmissíveis.
  • Criocauterização do colo uterino e vulva: A cauterização se configura como um tratamento em que se realiza a cicatrização de ectopias, as famosas “feridas” que aparecem próximas à vagina devido a inflamações no interior do colo do útero. Também podem se desenvolver na vagina ou na vulva.

Pequenos procedimentos cirúrgicos:

  • Cirurgia Ginecológica: Refere-se à cirurgia realizada nas partes genitais das mulheres. Geralmente as cirurgias são realizadas por razões reconstrutivas. Também pode ser realizada por razões sexuais, estéticas ou doenças no sistema reprodutor. Algumas tecnicas cirurgicas para abordagem das patologias ginecologicas são: urologicas, oncologicas e endometriose.
  • Colocação de DIU (hormonal):Contraceptivos hormonais. Liberado aos poucos e uma pequena quantidade pode ser absorvida pela corrente sanguínea, porém, o hormônio restringe-se mais ao útero. Este tipo de DIU confere uma proteção por um período de até 5 anos.
  • Colocação de DIU (não-hormonal):O DIU de cobre, como o nome sugere, é uma haste revestida com este metal. Ele libera pequenas quantidades de cobre no útero, causando algumas alterações no endométrio (tecido que recobre a parte interna deste órgão), no muco e na motilidade das trompas. Uma proteção por um período de 5 a 10 anos.
  • Colocação de IMPLANON: Método contraceptivo facil de usar.Um implante subdérmico da Organon que oferece até 3 anos de contracepção. Durante 3 anos, o implante vai liberar diariamente na corrente sanguínea as doses necessárias de hormônio para inibir a ovulação, evitando, assim a gravidez.

    Rua: Tijuco preto, 393 - Sala 101 - Tatuapé - São Paulo

    Médica Responsavel
    Dra. Ivone T.P Vale
    CRM - 47940